31 de dez de 2012

Desejos Secretos - Não entende. [7]

http://25.media.tumblr.com/tumblr_lzwx0todXV1rq6usro1_500.gif
|Seu Nome|  Narrando....
Ele simplesmente saiu correndo, como se tivesse feito a pior coisa do mundo. Coloquei as mãos sobre os labios, e sai saltitando de felicidade da sala, e fui andando pensando pra casa. Isso realmente aconteceu os eu estou sonhando? Não acredito que beijei o professor, mais lindo da face da terra, era um sonho, cheguei em casa e subi direto pro meu quarto, me joguei na cama e dei um longo suspiro seguido de um sorriso bobo no rosto. 


***


O dia passou rapido, quando percebi a noite ja estava presente. Mais aquele beijo, ficava em minha mente, não tinha como esquecer.
Jantei com os meus pais, e depois subi pro meu quarto me deitando e adormecendo logo em seguida.

DIA SEGUINTE... 

http://media.tumblr.com/tumblr_lr6fbbfwAY1qlb0cg.gif
Justin Narrando...


O dia anterios tinha sido normal, mas o que me intrigava era que eu não conseguia tirar a |seu nome| da cabeça, principalmente seu beijo doce, balancei a cabeça pra ver se tirava esse pensamento e entrei na sala de aula, pedindo silencio e logo em seguida começando a chamada.. ja tinha se passado vinte minutos e ela não havia chego ainda, olhei pra porta e ela estava entrando e se sentando em sua carteira e deitando a cabeça na carteira, a olhei e ela me deu uma piscadinha.

*** 

Estava esperando a |seu nome| pra aula extra, a vi caminhando lentamente com sua bolça pendurada em um ombro só, ela entrou e se sentou de frente com minha mesa, e tirou seus cadernos e livros. 
Comecei a explicar e então ela puxou assunto me cortando.

Você: Juss? -ela me chamou.
Justin: me chame de professor. -disse rude.
Você: eu sei que você gosta. -ela disse e se levantou.
Justin: não, eu não gosto. -disse e tentei não olhar em seus olhos.
Você: não tente negar. -ela disse e tentou me beijar.
Justin: você não entende? -perguntei a ela.



CONTINUA...+3COMENTARIOS!

Heey lindas, tudo bem? Não posso falar muito que tenho que sair.. espero que tenham gostado e que comentem.. feliz ano novo e tudo de bom..
Beijooooooooooooos;


XOXO,JÉSSICA.

27 de dez de 2012

Desejos Secretos - Beijo! [6]

http://media.tumblr.com/tumblr_m6sxuoiCUS1rp2w1u.gif
|Seu Nome| Narrando...

Como meu dia ontem tinha sido chato, não tinha nada pra fazer e com a preguiça acabei dormindo a tarde toda, pra estar disposta a ficar com o professor Justin que prefiro chamar de gostoso.
Estava a caminho da escola, andando tranquilamente sem pressa porque eu gosto de chegar atrasada e como sei que a primeira aula é dele, gosto de uma pequena confusão. Cheguei na escola e vi que não tinha ninguem no patio, olhei a hora no celular e marcava sete e quarenta e cinco, quinze minutos de atraso não vão fazer diferença alguma, abri a porta da sala e ja fui entrando com os fones de ouvido autos e meio que dançando. Mas logo senti duas mãos puxando meu fone, fazendo com que relassem em meu rosto.

Justin: Como ousa entrar na minha aula sem pedir licença e ainda por cima ouvindo musica? -falou ele rude.
Você: Ué, eu simplesmente entrei porque eu não devo obediência a você. -falei lhe dando as costas.
Justin: por causa dessa sua grosseria irá ficar mais meia hora na detenção hoje. -disse e sorri.

Sentei em meu lugar, e copiei a materia que estava na lousa.


***

Faltava alguns minutos pra bater o sinal da ultima aula, não aguentava mais esperar pra ver Justin novamente, sentei na primeira carteira em frente a mesa dele e fiquei esperando, minutos depois ele entrou e colocou suas coisas na mesa e logo escreveu algo no quadro.

Justin: hoje quero que faça uma atividade que valerá metade da sua media. -disse e logo após sentou-se em seu lugar.
Você: vai passar na lousa? -perguntei e ele me olhou.
Justin: irei sim, tire uma folha. -disse e se levantou junto a um livro e começou a escrever as perguntas no quadro.
Você: o senhor é casado? -perguntei enquanto copiava as perguntas.
Justin: não. -respondeu seco como sempre.

Me levantei e fui até ele o abraçando, o mesmo com o susto se virou rapidamente e então eu simplesmente colei nossos labios em um movimento rapido. Ele sem ter mais forças pra negar e recuar, e então ele pediu passagem para sua lingua adentrar a minha e eu entre abri a minha. Foi um beijo calmo, mas ao mesmo tempo com desejos de ambas as partes, ele encerrou com varios selinhos e percebi que quando caiu a fixa me empurrou e pegou suas coisas saindo da sala apressado.

http://24.media.tumblr.com/8791ec62db3bfa79ad9380c19e62ce11/tumblr_mf7cz2vFz71qi9acuo1_500.gif
Justin Narrando...

Como pudê? Beijar a propria aluna, mas não sei seus labios quando tocaram os meus parecia que estava no paraíso, foi algo inexplicavel, o melhor beijo que recebi em toda minha vida. Mas me arrependo, eu acho. Não posso, não posso me apaixonar por uma aluna, coisa que nunca havia acontecido em todo meu historico escolar, e olha que passei por escolar com garotas maravilhosas, mas essa não, ela tem algo que é magico e proibido. E o pior é que eu gostei, me sinto um sujo sem noção do que faz da vida. Tenho que por um ponto final em algo que nem começou.
Fui pra casa e me joguei na cama, depois te ter tomado um belo e delicioso banho, tentava dormir mas ela não me saia da cabeça.


CONTINUA...+3COMENTARIOS??

Hey minhas divãs do swag, tudo bem? Não me joguem tomates, por favor. Mas a inspiração não veio e eu não posso postar qualquer baboseira pra vocês que sempre tem a paciencia de esperar, obrigada aos comentarios e eu amo vocês lindas.
Beijooooooooooooooos;



XOXO,JÉSSICA.

26 de dez de 2012

Ainda estão aqui?

http://25.media.tumblr.com/tumblr_mdx09i5pFe1rlcpo0o1_500.gif
Muitto meu, cara.

Oi, por favor não joguem tomates, não me matem.
Sei que estou em falta aqui, mas a imaginação está dificil eu não sei mais o que posso fazer, e também a tristeza está me possuindo casa vez mais ://.
Mais ainda quero saber, se tem alguem lendo o blog? As vizualizações caíram tanto, os comentarios sumiram, assim fico desanimada. Se aqui nesse post tiver mais de 10 COMENTARIOS, antes do ano novo eu posto (:..
Me ajudem a chegar nos 40 seguidores?? Divulguem o blog please *-*
Beijoooooooooooooooooooos;


XOXO,JÉSSICA.

25 de dez de 2012

Christmas Love - Part FINAL (e Adeus)

  
|Seu nome|'s POV

Acordei com ânimo, já que amanhã é a véspera de Natal, hoje eu vou com Justin em uma loja de brinquedos, vamos comprar alguns para as crianças. Durante todo o ano eu pensei nisso, guardei dinheiro, falei para meus pais ajudarem, fiz de tudo para que essas pessoinhas tenham o melhor natal de todos, mesmo estando longe. Talvez um natal melhor do que o meu. Coloquei uma roupa bem quente, pois o dia está bem frio hoje, a neve cai e o céu está nublado. Desci para tomar café da manhã e encontrei todo mundo reunido na mesa, me sentei ao lado de Chris.
- Então maninha, pronta para hoje? - Ele falou.
- Como assim? - Disse colocando uma panqueca no meu prato.
- Nós vamos esquiar! Junto com a Cait, Chaz e Ryan.
- E o Justin? - Falei.
- Convida ele se você quiser. - Depois disso nós terminamos de comer. Ele foi para a frente da TV e eu peguei minha bolsa e saí em direção a casa do Justin. Toquei a campainha do lado de fora e logo ele atendeu, estava pronto.
- Vamos? - Eu disse e estendi a mão.
- Claro. - Pegou na minha mão e fechou a porta atrás de si. - O que vai querer comprar?
- Que tal eu escolho os brinquedos das meninas, e você dos meninos? - Disse andando junto dele.
- Tudo bem.
- Você não quer ir esquiar comigo e os garotos? - Falei me lembrando do que Chris disse.
- Sim, que horas vai ser?  - Ele olhou para mim.
- Na hora em que nós terminarmos de comprar as coisas. - Eu ri e ele sorriu em seguida. Chegamos na tal loja de brinquedos e nos dividimos, peguei bonecas, casinhas, ursos, peças de cozinha, livros ilustrados e etc. Ao final das compras, levamos tudo para o orfanato, para que as voluntárias embrulhassem. Eu e Justin fomos até a estação de esqui e os outros já estavam lá nos esperando, cumprimentei-os e peguei meu equipamento. Me diverti bastante ao lado de Justin, que me ajudava a manter o equilíbrio. Depois disso nós fomos à um restaurante para almoçar. Voltei para casa com Chris à tarde, ficamos de bobeira o resto do dia.

Justin's POV

Hoje passei a manhã inteira com a |Seu nome|, comprando presentes, depois nós esquiamos e almoçamos junto dos meninos. Quando voltei para a minha casa, fui ao orfanato sem ela saber, preparei várias coisas, deixei tudo certo para a surpresa que iria fazer para ela. Logo depois eu fui para a casa do Ryan, junto do Chaz, conversamos o resto que sobrava da tarde e depois fui para casa. Me sentei na mesa de jantar e minha mãe colocou a comida em cima.
- Então meu filho, o que está achando da |Seu nome|? - Ela disse se sentando.
- Ela é legal, está sendo bem divertido.
- Você gosta dela, não é? - Ela sorriu e eu assenti meio receoso. - Eu fico feliz que tenha encontrado a pessoa certa, Justin.
- Ela me faz feliz, mais do que qualquer garota no mundo. Pena que ela acha que não. - Falei me servindo.
- Conquiste ela meu filho, você tem tudo nas suas mãos. - Terminamos de comer e eu fui para o meu quarto, fiquei vendo TV e ao mesmo tempo pensando em como seria se ela aceitasse o meu pedido. Foram poucos dias que passei com ela, mas sinto que já não posso ficar nem um segundo sem ver seus olhos brilhantes.

|Seu nome|'s POV

Já são 3 horas da tarde e estamos preparando toda a comida no orfanato, vai ser uma grande festa! Comprei o peru e pedi para o meu pai temperar, Chris e eu ficamos terminando os últimos detalhes da decoração e arrumando as crianças.
- Onde o Justin está? - Falei indo em direção a cozinha com a minha mãe.
- Não sei, milha filha, mas ele deve estar fazendo algo de muita importância para não estar aqui. - Ela acariciou-me e saiu. Fiz as saladas, arrumei a mesa da ceia e decorei também, estava tudo pronto, só faltava eu me arrumar. Voltei para casa e tomei um banho quente, coloquei uma roupa que já tinha escolhido antes e arrumei meu cabelo. Estava pronta e Justin não aparecia. Estou começando a ficar preocupada com ele, será que ele teve que viajar ou algo assim? Ai cala a boca |Seu nome|, pense positivo. Quando cheguei na festa novamente, encontrei uma espécie de palco, e ainda, quem estava nele, era Justin, com um microfone na mão e conversando com Chaz que estava embaixo. Ele me olhou e sorriu, parece que ligou a caixa de som e pigarreou para chamar a atenção de todos.
- Eu quero falar uma coisa muito importante hoje, que pode valer a minha vida. A uma semana atrás, eu conheci uma pessoa, ela é divertida, linda, engraçada e me encantou cada dia que a via. Eu fiquei confuso, não sabia o que fazer, até que a fiz um pedido, um pedido que poderia mudar a minha e a vida dela completamente. Até então, ainda não sei sua resposta, mas gostaria de pedir novamente, por favor, |Seu nome| Beadles, namora comigo? - Neste momento todos olharam para mim, Justin desceu do palco e se ajoelhou na minha frente,segurou minha mão e abriu uma caixinha com duas alianças de compromisso. Meus olhos estavam cheios de lágrimas, eu assenti e ele logo colocou uma das alianças na minha mão, eu coloquei na dele. O puxei para cima e abracei com toda minha vontade, as pessoas batiam palma, assoviavam e gritavam algo como "Parabéns". Justin entregou o microfone para alguém e me puxou para algum lugar que não vi.
- Justin você é louco, eu estou morrendo de vergonha sabia? - Eu falei quando chegamos ao tal lugar, estávamos em baixo de uma árvore de visco, ele sorriu para mim e eu olhei confusa.
- Estamos embaixo do visco, temos que nos beijar. - Ele pegou na minha mão.
- Porque? - Antes de responder ele tocou meus lábios com os seus, fechei meus olhos e coloquei minhas mãos no seu pescoço, a cada toque da sua língua com a minha, era como se fosse um choque, travando uma batalha. Apenas nos soltamos pela falta de ar. - Eu te amo, sabia? - Falei.
- Sabia, desde o início. - Ele sorriu e me pegou no colo, me beijando novamente.

...

Acordei ao lado de Justin, pelo jeito também na sua casa. Sentei e ele já não estava mais do meu lado, logo ele abriu a porta com uma bandeja de café da manhã, sentou do meu lado e a pôs nas minhas pernas. Comi tudo junto com ele e em seguida me lembrei dos presentes.
- Justin, eu fiquei tão envolvida com o Natal das crianças que esqueci do seu, eu não comprei presente ...
- Meu presente é ter você pra mim. - Ele sorriu e me deu um selinho.
- Mesmo com essa juba de leão e um bafo de onça? Até parecendo que um caminhão passou por cima da minha cara?
- Mesmo assim, você ainda é minha princesa, meu amor de Natal.

Espero que tenham gostado desse final, pois fiquei bastante tempo pensando, enquanto só duas meninas comentaram no cap. anterior, só postei o final por consideração a vocês. Agora eu vou parar de postar aqui porque só ia postar essa ib mesmo, não dá para ficar em dois blogs ao mesmo tempo, se quiserem ler mais das minhas ibs, aqui está meu blog: Sweet Stories. Beijos e foi ótimo postar aqui.

22 de dez de 2012

Christmas Love - Part 5 e 6


Justin's POV

Eu simplesmente não estou acreditando que eu a beijei, ou melhor, que ela me beijou. Eu preciso encontrá-la de novo, falta alguns dias para o natal e eu ainda não sei o que fazer. Já sei, ela deve estar no orfanato, vou até lá e vou falar com ela. Andei até lá mas não a encontrei, o que teria acontecido com ela? Fui andando pela rua congelada da cidade e ao passar pelo parque, vi ela sentada no banco olhando para baixo. 
- Sabe, esse tem sido o melhor dezembro de todos os tempos.- Falei sentando do seu lado. 
- Como você sabia que era eu? - Ela disse levantando a cabeça e olhando para mim.
- Eu reconheceria você até se estivesse cego.
- Justin, o que você quer de mim? Fez uma aposta com alguém? Tem que ter um motivo para você ter me beijado.
- É porque eu te amo, não entendeu ainda? - Falei a olhando.
- Você mente. Não vou acreditar de novo nessas ilusões. - Ela virou o rosto para o outro lado do parque, percebendo que havia duas crianças brincando.
- Porque eu iria mentir |Seu nome|? Se alguém um dia te magoou, não significa que todos os outros vão te magoar também, eu prometo. Eu vou tentar ser a pessoa que mais te faz feliz no mundo! Você é a 2ª pessoa que eu mais amo na minha vida.
- Segunda? Tá vendo ... - Ela me olhou com cara de indignada e eu sorri.
- A primeira é sua sogrinha, a segunda é você e a terceira, bom, eu estava pensando em ter alguns filhos ...
- Justin, eu disse para você parar com essas coisas... - Ela ficou vermelha e abaixou a cabeça novamente.
- Tudo que eu falo é verdade. - Levantei seu queixo e a olhei nos olhos. - Fica comigo, para sempre?
- Eu preciso pensar, não é bem assim. - Ela me olhou e foi embora. Fiquei igual a um tonto parado lá durante alguns segundos, mas logo saí antes que pegasse uma gripe.

21 de dezembro, 2012 - 8:00 PM - Toronto, Canadá

Fazia duas horas que tinha falado com |Seu nome| e eu ainda estou pensando nela, eu tenho que parar com essa mania. Eu e Chaz estamos na casa dele jogando vídeo game, mas parece que eu estou perdendo pois não sei nem que jogo é. A mãe dele fez pizza caseira e logo depois saiu nos deixando livres para conversar. 
- Cara, essa pizza ta muito boa. - Falei mordendo de novo.
- Com certeza. - Ele falou de boca cheia e logo depois que engoliu se dirigiu a mim novamente - E como que foi com a |Seu nome| hoje? Pelo jeito não muito bom.
- Nem um pouco, ela me deu um fora quando pedi ela em namoro. 
- Mas já, mano? Ela não vai aceitar tão cedo. - Ele falou pegando outro pedaço da pizza.
- Como você sabe? - Larguei a pizza no prato e olhei sério.
- Talvez porque eu seja o melhor amigo dela. - Chaz sorriu irônico e largou a sua pizza.
- Eu não paro de pensar nela, dude. 
- Que lindo, meu amiguinho ta apaixonadooo! - Ele fez voz de gay e eu o olhei rindo.
- Cara, você não é normal. - Rimos e depois terminamos de comer aquela pizza logo, ficamos jogando, conversando, falando besteira até tarde. Decidi dormir lá mesmo, já que minha casa era a um quarteirão da sua. 


|Seu nome|'s POV

- Caitlin, eu não posso aceitar assim! - Falei pela milésima vez, quase gritando. 
- Porque não garota? Justin é lindo, educado, humilde e o caralho a quatro, qual o problema?! - Ela já estava gritando, mesmo estando na minha casa.
- Porque eu não sei se eu amo ele, porra! - Me emburrei de vez.
- Tá bom, ta perdendo um ótimo menino.
- Se é tão ótimo porque não fica com ele? - A olhei com beiço.
- Porque eu amo o Chaz, lerda '-' - O que? Meu melhor amigo e minha melhor amiga estão prestes a namorar e eu não sabia de nada? Porque eu fui sair daqui ...
- Eu fico um tempinho fora e perco um milhão de coisas heein, mas me conta, ele já sabe disso? - Falei sorrindo maliciosamente. 
- Cala boca, garota, ele nem sonha com isso! - Ela se jogou na cama.
- Depois eu que sou a lerda, você vai falar com o Chaz amanhã mesmo, to mandando. - Peguei meu casaco que estava na cadeira. - Vamos lá na confeitaria buscar uma torta pra gente?
- Só vou se você falar com o Justin amanhã também. - Ela se sentou na cama.
- Fechado, agora boa seu casaco e vamos. - Saímos antes que começasse a nevar, pegamos uma torta de chocolate com amêndoas, a nossa preferida (finge que é kk). Também compramos um chocolate quente e uma barra de chocolate branco, nem somos gordas. Comemos praticamente tudo de uma vez só, em seguida Caitlin foi para a casa dela porque teria um certo compromisso amanhã cedo, se é que me entende. Fiquei vendo televisão até mais ou menos umas 12:00 PM (meia noite), depois dormi.

22 de dezembro, 2012 - 9:00 AM - Toronto, Canadá

Acordei e tomei um banho quente, coloquei uma roupa normal e fui para a cozinha tomar café, Chris estava sentado na sala jogando vídeo game, papai na poltrona lendo o jornal e minha mãe tirando a mesa. Peguei apenas uma maçã e me sentei ao lado de Chris, fiquei olhando ele jogar comendo. 
- Vai ficar ai me olhando? Porque não pega outro controle?
- Tá bom, esse jogo é sobre o que? - Falei indo até a estante pegando o controle 2.
- Zumbis, você tem que matá-los. - Me sentei ao seu lado e ele mudou para dois jogadores, no início ele estava ganhando, mas quem acabou ganhando fui eu, sem querer me gabar. Neste horário Cait estaria falando com o Chaz, à tarde quem vai falar com ele sou eu.


PART 6


Justin's POV

Hoje quando acordei, me vesti e acordei Chaz, tomamos café da manhã e depois ele foi para sua casa. Fiquei a manhã inteira de bobeira, resolvi dar uma saída, andar por aí e talvez encontrar algo útil para fazer. No caminho de ida, olhava para baixo, observando o asfalto coberto pela neve branquinha. Senti que tinha alguém do meu lado, olhei e |Seu nome| estava me olhando.
- Porque tão cabisbaixo? - Ela olhou para a frente enquanto caminhava. 
- Acho que ás vezes eu preciso de alguém para me fazer rir, como você. - Eu a olhei.
- É sobre isso que eu queria falar com você. Eu tenho medo de aceitar seu pedido, não quero ser forçada a fazer algo que estou em dúvida.
- Não vou te forçar a nada, aceite se quiser, não por pressão. Só quero que entenda que eu te amo, |Seu nome|. - Eu parei e segurei sua mão, ela virou para mim e parou na minha frente.
- Eu não sei, Justin. Apenas me deixe decidir o que vai fazer. 
- Tudo bem... Mas que tal irmos naquela confeitaria lá perto de casa? - Falei a puxando para andar novamente.
- Nem pensar, ontem eu me enchi de torta com a Caitlin! - Ri da cara dela.
- E eu me entupi de pizza caseira com o Chaz.
- Eu amo as pizzas da mãe dele, são muito boas, não acha? - Ela falou me olhando.
- Com certeza. Então o que quer fazer agora?
- Que tal irmos naquele parque de diversões? - Ela falou com olhar malicioso. 
- Mas está fechado ... - Parei por um segundo. - Ah entendi. Você quer invadir o parque. - Ri e saímos correndo ao parque que ficava na próxima esquina. Ficamos olhando os brinquedos, nos pendurando e fazendo palhaçada. Pena que diversão dura pouco, logo notaram que estávamos lá e quase fomos pegos. Ficamos andando pela cidade a tarde inteira, mas voltamos quando o céu já estava começando a ficar escuro, me despedi dela com um simples abraço e ela com um beijo na bochecha, que eu torci para que ela errasse. O tempo passa rápido quando estamos com a pessoa que amamos. O resto da noite, fiquei brincando com Jazzy e Jaxon, que estavam aqui nesta semana de Natal. 


Resolvi dar uma luz à vocês e postei dois cap. de uma vez só, o 6 ficou um pouco curto pois a criatividade fugiu e eu quero que cada parte seja um dia, entende? Emfim, vamos ter que fazer até o 10, ou seja, segunda ( dia 24) eu posto dois capítulos seguidos e terça eu faço o final (dia 25) Beeeijos!,
Isa 

21 de dez de 2012

Acho que não!

http://25.media.tumblr.com/tumblr_lthj7ngIIr1qdhkh4o1_500.gif
Amo *-*



VOU VOLTAR COM DESEJOS SECRETOS!!!!!!!!!!!! 
Mas nao vou postar Mistletoe,, porque a Isa ja ta postando uma imagine de natal, então vou continuar com desejos secretos *-*
Só isso que eu queria que vocês soubessem, amanha eu posto (;


XOXO,JÉSSICA.

18 de dez de 2012

Mistletoe - |Prólogo| And |Personagens|!

Aquela árvore, me trazia tantas lembranças, lembro-me bem. Só que tudo isso passou a ser lembrança depois que ele, não queria de maneira alguma passar o natal com sua familia e sim com sua namorada, porque que eu saiba antes de toda essa bagunça EU era a namorada dele..a nossa querida árvore, toda coberta pelo visco (mistletoe) branco, aquele dia com certeza foi o melhor de todos, o melhor natal e presente que alguem poderia me dar. E ele começou a cantar bem baixinho no meu ouvido, e depois que tomou meus labios por um lento beijo.

I don't wanna miss out on the holiday
But i can't stop staring at your face
I should be playing in the winter snow
But Imma be under the mistletoe.

With you, shawty, with you
With you, shawty, with you
With you, under the mistletoe.
 
Ele voltaria esse ano, mas sei que não o mesmo..


|Personagens| 

http://24.media.tumblr.com/tumblr_lpql96lDiJ1qg1yzoo1_500.gif
|Seu Nome| Swift, 18 anos.


http://25.media.tumblr.com/tumblr_mdfkhi7lTV1r4qedso1_500.gif
Justin Bieber, 18 anos.




Posto o primeiro capitulo, com 2 comentarios??? 

Heey lindas do swag, Jessie de volta a ativa, lembream que eu falei da imagine de natal então é essa, espero que gostem, o ultimo capitulo dela será no dia 25/12, ou seja no natal.. então no caso oito ou até dez capitulos.. obrigada as lindas que comentaram... irei sim voltar com "Desejos Secretos" só que não agora (:
Enfim, beijooooooooooooos na sua bunda sexy (;


XOXO,JÉSSICA.

15 de dez de 2012

Cancelando "Desejos Secretos".

http://24.media.tumblr.com/tumblr_mdwky8x7xh1qi9acuo1_r1_500.gif

Isso mesmo, que vocês viram. Estou cancelando, pelo motivos, de não estar tendo TEMPO, CRIATIVIDADE, e o mais importante COMENTARIOS.
Sei lá, acho que cansei de escrever ou algo do tipo, mas não vou desistir, vou tentar escrever uma imagine de natal, o que acham? COMENTEM nesse post, dizendo o que acham (: 
Meninas comentem no imagine belieber da Isa também... 
Acho que é isso, beijooooooooooooooooooos;


XOXO,JÉSSICA.


13 de dez de 2012

Obrigada (:

http://24.media.tumblr.com/tumblr_m1z7xvHvTB1r1euvno1_500.gif 

Conseguimos alcançar nossa meta, de 20 seguidores, agora temos outra que é chegar aos 30 SEGUIDORES, podem nos ajudar? Mais uma coisa, percebi que os comentarios estão caindo novamente, eu pedi cinco comentarios em Desejos Secretos e até agora só teve 3 eu não vou postar sem os mais de cinco comentarios, me desculpem mas é isso.
Enfim é isso, beijooooooooooooooooos;


XOXO,JÉSSICA.

12 de dez de 2012

Christimas Love - Part 4

"Você tem um estilo, tem atitude
Quero ouvir você dizer meu nome"
(With Ur Love - Cher Lloyd)

Logo quando acordei, levantei e coloquei uma roupa bem quente, teve uma tempestade de neve durante a madrugada e agora a rua inteira está coberta de neve. Isso tudo é tão lindo, tão mágico, tão aconchegante, mesmo pelo fato de ser frio. Tomei meu café da manhã e sai logo para o orfanato, lembrei que |Seu nome| estaria lá e também precisava fazer umas coisinhas. Quando cheguei lá, ela estava com uma menininha sentada no seu colo, e ao mesmo tempo estava contando uma história. Fiquei a observando, e quando terminou, olhou para frente e me viu ali, sorriu. As crianças foram tomar café da manhã, e eu fui ao seu encontro, sorri ao vê-la e a abracei.
- Oi! - Ela falou sorrindo e o desfazendo logo em seguida.
- Sorri de novo?
- Porque?
- Por que eu quero ver seu sorriso.
- Virou dentista? - Ela riu.
- Isso, sorri mais uma vez agora.
- Porque?
- Seu sorriso é tão brilhante, tão incrível, tão ... meu. - Falei. Ela ficou sem graça e olhou para baixo.
- Ér, eu preciso ir.
- Não precisa nada, vem, vamos comigo, vou te levar à um lugar legal. - A puxei e saí andando com ela, crianças estavam brincando na rua, pais tirando neve dos carros ... que nostalgia insistente. Chegamos ao tal local, ela abriu um sorriso, automaticamente sorri também.
- Que lugar lindo Justin!
- Lindo igual a você. - Falei pegando na sua mão.
- Justin, acho melhor você parar com isso.
- Parar com o que? De admirar esses seus olhos hipnotizantes?
- Com isso! De ficar falando coisas.
- Que coisas?
- QUE ME DEIXAM COM VERGONHA, EU DEVO TA PARECENDO UM PIMENTÃO. - Ela falou emburrada, fazendo beiço.
- Awn, você fica linda brava sabia? - Ela me deu um olhar de lado. - Tá bom, eu paro, mas fique sabendo que tudo o que eu falo é verdade. Ficamos conversando, mas chegou uma hora que eu já não aguentava mais, precisava falar tudo. Tudo que eu sinto, um sentimento tão forte que nem sei explicar na verdade.
- |Seu nome|, preciso te falar uma coisa. - Ela olhou para mim para continuar. - Sabe, desde o dia em que você chegou, naquele aeroporto, sorrindo e com um humor que ninguém daqui tem, eu tive
uma sensação que nunca tive. A cada dia que te via, a cada hora que passou, eu fiquei mais hipnotizado com você. A cada abraço, ficava inebriado como seu cheiro doce. E hoje, ao ver você sorrir e sorrir também automaticamente, percebi que te amo.


Quando Justin falou que me amava, eu simplesmente tomei um baque, fiquei paralisada, enquanto ele me olhava como se estivesse me pedindo uma resposta. Apenas o abracei com aconchego, mas nem sabia porque estava fazendo aquilo. Será que eu também o amo? Não seria muito pouco tempo para se apaixonar por uma pessoa? Não sei, apenas descobrindo. Quando me soltei do abraço, Justin me olhava intensamente com seus olhos cor de mel, cheguei mais perto e colei meus lábios aos seus. Entreabri minha boca, dando passagem à ele. Logo nosso beijo se tornou completo, como se tivéssemos nos tornado apenas um, uma alma.
- Uau, como assim? - Ele falou depois que o folego nos faltou.
- Eu não sei ... Preciso ir. - Eu tinha que ir para casa almoçar e depois teria que ajudar no orfanato, sem falar que isso foi uma desculpa pra não passar vergonha. Andei até em casa com pressa, nem olhando por onde ia, quando cheguei vi meu pai sentados em frente à TV, junto com Chris, enquanto mamãe estava preparando o almoço. Dei oi à todos e subi para o meu quarto, tirei minha jaqueta e liguei o aquecedor, fiquei pensando naquele beijo, que fui eu mesma que comecei. Agora eu estou com medo, dele não ter gostado de mim, ou se eu babei demais, sei lá.

[...]

Já é noite e eu não paro de pensar naquele maldito beijo, porque que eu tinha que beijar ele? Eu nem sei porque eu fiz isso, não sei se gosto dele, nem se ele realmente me ama ou tava tirando uma com minha cara. Porque eu fui sair do Brasil? Tava tão bom lá! Mas tá, eu passei muito tempo lá, agora eu quero curtir minha família. Acho melhor eu tomar um banho para relaxar, peguei meu pijama e tudo que precisava, corri para o banheiro e tirei minha roupa, em segundos estava em baixo da água quente deliciosa que descia pelos canos. Meu corpo relaxou totalmente, não querendo mais sair do banheiro. Mas infelizmente, tive que sair pois senão iria dormir ali dentro mesmo. Quando fechei o chuveiro, voltei ao meu quarto e coloquei meu pijama quente e 2 meias para completar. Estava nevando lá fora, novamente, uma sensação de aconchego veio à tona, quando lembrei dos meus tempos de criança, quando era inocente ...
- Eai maninha? Pensando muito? - Entrou Chris no quarto interrompendo meus pensamentos.
- Não sabe bater Christian? - Falei virando para ele.
- Sabe que eu não sei! - Ele riu e se deitou do meu lado - Estava com tanta saudade de você |Seu nome|.
- Eu também Chris, você sabe que vai ser sempre meu pandinha *-*
- E você minha ursinha descabelada. - Ele riu e eu r junto, dando-o um abraço em seguida. No fim, dormimos assim mesmo, abraços.

CONTINUA COM + 5 COMENTÁRIOS
NEGAS! AI ESTÁ O CAPÍTULO 4! ESPERO QUE TENHAM GOSTADOOO! A FIC TA NA METADE OU NO FIM? VOCÊS QUE DECIDEM SE DEVO FAZER ATÉ O CAP. 10 OU TERMINAR NO 5! BEIJO, ADORO VOCÊS!
Isa

8 de dez de 2012

Christmas Love - Part 3

"E com o tempo eu sei que nós dois vamos ver
Que somos tudo o que precisamos"
(Perfect Two - Auburn)

|Seu nome|'s POV

Infelizmente, tive que acordar cedo para fazer minha nova matrícula no colégio, senão, teria que procurar outro. Me vesti (roupa) com uma roupa mais normal, mas não estava tão frio como ontem estava.
- Acordou cedo porque maninha? - Chris disse com a boca cheia de ovos mexidos.
- Alguém nessa casa tem que fazer minha rematrícula, né?
- Desculpe filha, mas o trabalho nos impede de fazer muitas tarefas. - Meu pai falou em seguida.
- Tudo bem, pai. - Eu disse e peguei o pão e a manteiga. Comi um sanduíche e tomei um suco de laranja mesmo. Me despedi de todos e saí em direção à escola, via as pessoas na rua, sorrindo, e me lembrava de quando eu era assim. Quando cheguei na escola e fui até a diretoria, assinei uns papeis, emfim, tudo que precisa pra fazer a matricula de uma pessoa normal.

[ ... ]

Chegando na minha rua, comecei a olhar as casas rústicas, típicas do Canadá, o que me dava uma certa nostalgia. Olhei para o céu, mais azul que o mar morto, e quando desci meu olhar, me encontrei com o de Justin. Sorri no mesmo instante que vi seu rosto angelical.
- Eaí, o que estava fazendo no centro da cidade? - A sua voz rouca e suave perguntou.
- Oi! Eu estava fazendo a rematricula na escola.
- Hum ... Não quer sair hoje a noite?
- Claro! Mas pra onde vamos?
- Ao cinema, pode ser? Te pego as 7.
- Ok, estarei esperando. - Disse dando tchau e indo em direção a minha casa. Passei a tarde inteira vendo TV.
Eu teria que escolher uma roupa legal, mas não muito extravagante. Uma coisa simples, mas não desleixada. Aff, como é difícil escolher uma roupa. Tirei praticamente todas as roupas do meu guarda-roupa e até que emfim, eu achei uma coisa apresentável. Fui tomar um banho e aproveitei e fiz a higiene completa (depilação, hidratação, etc), depois disso saí do banheiro e me vesti e fiquei me olhando no espelho. Até que não estava ruim. Dei os últimos toques na maquiagem e fui esperar na sala de estar. A campainha tocou, nossa empregada atendeu enquanto eu ia avisar minha mãe que iria voltar um pouco tarde. Voltei para sala e Justin estava sentado, logo seu olhar se direcionou a mim.
- Uau, você está ... linda. - Ele falou me olhando.
- Obrigada. - Olhei para baixo envergonhada. - Ér, vamos?
- Claro! - Ele estendeu a mão e a empregada abriu a porta. Minutos depois chegamos no cinema e em seguida entramos na sala de cinema para assistir "O homem da Máfia". O filme era bem envolvente e nos prendia a cada segundo, mas nada impediu que Justin segurasse minha mão durante todo o tempo. Depois que saímos de lá, ficamos conversando sentados no banco da praça, a lua brilhava intensamente acima das nossas cabeças.
- Foi muito divertido sair com você!
- Também acho. - Ele falou sorrindo.
- Bom, eu preciso ir, vou ao orfanato amanhã.
- Porque? - Disse confuso.
- Eu sou meio que voluntária lá, eu ajudo com o dinheiro, cuido das crianças quando precisam e amanhã vou preparar tudo para comprar os presentes de natal delas. - Ficamos conversando mais um pouco e em seguida ele me levou para casa. Tirei meus sapatos e o vestido, logo tirei a maquiagem e soltei os cabelos, deitei na cama já com o pijama e fiquei pensando, até adormecer.

Justin's POV

Hoje a noite foi perfeita. Levei |Seu nome| para o cinema, mas não parava de olhar para o seu rosto na escuridão da sala, seus traços que foram desenhados por anjos e seus olhos tão encantadores quanto um narciso. Não dormi a noite inteira pensando no seu sorriso, iluminado e sincero, que invadiu minha mente desde quando a vi pela primeira vez. Ela é tão incrível e ... eu não consigo explicar o que eu sinto por ela. Mas posso garantir que meus sentimentos por ela são muito fortes.
Desculpem pelo capítulo pequeno, não to com muita criatividade ultimamente. Por favor, entrem no meu blog (clique), ele é de moda, maquiagem e tudo mais! Se você quer saber de dicas de make, indicações, truques e muito mais, visite agora ;) Espero que tenham gostado, beijos :* 
Isa 

7 de dez de 2012

Remember- Capítulo 2


Remember Capítulo 2
Tumblr_memqvt2lha1qg6lk7o1_500_large
Seu Nome Narrando

-Quem é? –perguntei meio fraca-
-É a Meg,amiga!
-Megan?
-É!!

Eu me levantei e abri a porta.Ela estava sorridente,era tão fofinha e pequena.
561756_374755582618779_258859214_n_large
-Que bom que se lembrou de mim (seunome)!Não sabe como eu e a Caitilin estávamos preocupadas.O Justin também,ele passou a noite no hospital por você.

Ok,eu não entendia nada do que ela dizia.

-Ér...Eu não me lembro de nenhuma de vocês...
-Ai meu Deus!-me abraça- Você vai lembrar ok?Mas como sabe que eu era Megan?
-Eu vi seu nome no meu facebook!Tinha algumas fotos também!-mostra o notebook-
-Ah essas fotos!Foram momentos muito engraçados!Você colocou por que estava irritada!
-Eu queria me lembrar desses momentos.
-Você vai amiga.Nós vamos te ajudar.
-E esse Justin?
-Ér...Esquece ele,ok?É melhor.
-Ta bom.
-Olha,é até bom você ver essas fotos.Vai se lembrar melhor.
-Mas Megan...Eu quero saber desse garoto,acho que já vi ele uma vez.
-Você viu?Aonde?
-Eu estava no hospital,e acho que era ele dormindo.
-O Justin?
-É.
-E ele não te viu?
-Ele dormia.
-E você tentou falar com ele?
-Não,a minha  mãe mandou eu esperar no carro.
-Olha,eu vou ser rápida e clara.Nunca fale sobre o Justin em frente a sua mãe.Ela não aceitava o namoro.
-Por que?
-Por que...-coça a cabeça- Ela não gostava muito dele...OK?
-Ta bom.
-Se você não falar dele,eu te conto tudo.Ok?
-Ok.Eu prometo.
-Foi em 2008.Onde tudo começou.Eu vou narrar e você tenta lembrar.
-Ok.
-“Era uma grande festa na praça principal de Straford.Todos adolescentes estavam lá.Ficamos só eu e você...Éramos novas lá,já que viemos juntas de Nova York.Então três garotos vieram em nossas direções...”

Ela continuou falando e as memórias passaram pela minha cabeça bem devagar,me fazendo lembrar tudo nesse dia...

“Eu e Megan nos sentiamos tão sós.Pelo menos eu tinha ela.Todos nos olhavam estranhando nossas aparências diferentes do normal de Stratford.Ficamos com cara de tacho vendo os outros dançarem e se divertirem.Eram as nossas roupas que faziam as pessoas não quererem se socializar conosco?
Meu Look:
Belieber-blond-girl-hair-favim.com-539433_large

Look de Megan:
Tumblr_mdop24djbd1rz46aio1_500_large


Até que 3 garotos vieram em nossas direções.Um baixinho com cabelo de lado,devia ter 13,depois dele havia outro de cabelo de lado,só que maior,devia ter 14,e por fim um outro baixinho,o mais baixinho,ele tinha cabelos castanhos claro,de lado também,devia ter 13,a nossa idade,ou 14. Eles sorriram para nós e ficaram do nosso lado.O primeiro foi logo se apresentando,reparei que o segundo fitava outra garota que estava perto de nós,o terceiro era o mais tímido,calado que só.

-Oi!Me chamo Chaz!-disse o primeiro garoto- Vocês são daqui?
-Não.-Megan disse sorrindo tentando se socializar- Eu sou Megan de Nova York,e ela é (Seunome),brasileira.Ela morava em Nova York também.-incrivel como Megan conta coisas para desconhecidos-
-Esse é o Ryan.-aponta pro segundo garoto que logo acenou para nós- E esse é o Justin.-o terceiro garoto mais tímido que sorriu-
-Prazer!-nós falamos juntas-
-Vocês tem quantos anos?-perguntou Ryan-
-Temos 13.-eu disse sorrindo- E vocês?
-Temos 14.
-Festa legal.
1º garoto:
Chaz_large
2º garoto:
6d45408a7c3c11e1a87612313804ec91_7_large
3º garoto:
Tumblr_memrkxhakx1rsuiqoo1_500_large

-Vocês querem dançar?-Chaz perguntou-
-Por mim tudo bem.-disse Megan,como sempre sorridente-E você (seunome)?
-Eu vou ficar aqui um pouco.Depois eu vou!-falei sorrindo-
-Vocês vão?
-Eu vou falar com a Caitilin!-disse Ryan- E você Justin?
-Eu acho que vou beber algo,e ficar por aqui mesmo.

Foi a primeira coisa que ele falou.Era meio calado.A Megan sorriu e piscou pra mim.Parecia uma desesperada.Então eles ficaram dançando mais na frente e só ficou eu e Justin.O garoto calado.Ele não falava nada.Nem eu.O clima começou a ficar tenso,então eu resolvi abrir o bico.
-Então...Você é daqui?
-Sou daqui.-sorri- Você é do Brasil,né?
-Sou.
-Lá deve ser bem bonito.Eu nunca fui lá.
-Eu não sei se é bonito.Pois quando tinha 2 anos me mudei pro Estados Unidos.
-Sério?Você vivia no pais das maravilhas e preferiu ir pro States?
-Não fui eu.-ri- Foi o meu pai,ele foi transferido.Ele continua lá.Mas minha mãe veio pra cá,por que uma amiga morava aqui.
-Ah...Deve ter sido difícil muar de país 3 vezes.
-Foi...Eu tinha meus amigos lá...A Megan veio comigo por que a mãe dela era melhor amiga de minha mãe.E a mulher que mora aqui também era amiga da mãe de Megan.
-E você ta morando em que lugar por aqui?
-Esse condomínio aqui em frente.
-Eu também moro ai!-sorri- Em que casa?
-25.
-A minha é 27 e a do Chaz é 26.-ele disse rindo pela coincidência.-
Tumblr_mamm9cio2r1rully3o3_250_large
-Nossa!-eu ri- A Megan vai ficar batendo na 26 toda hora.-olha pra Chaz e Megan que já se entretém bastante-
-Eu to vendo!-ele riu fraco-

Começou a tocar Botton Of The Ocean da Miley Cyrus.Eu amava essa música e cantei baixinho.
Ele ficou me olhando com uma expressão de surpresa ou de admiração,eu acho.

Olhei assustada e perguntei:
-O que foi?
-Você tem uma voz bonita.-ele respondeu olhando pra frente-
-Obrigada.
-Ér...-coça a cabeça- Quer dançar?"
E então Justineiras  (sou das antigas sdds sammy sdds -Só os fortes entendem, posers não entendem :/) estão gostando da #ib??? Espero que sim! BJÃO, Lú
4 comentários? +
Vocês podem entrar no meu outro blog? Muito obrigada gente!

6 de dez de 2012

Desejos Secretos - Número de Celular [5]

http://25.media.tumblr.com/tumblr_m8kdslGyow1qmom57o1_500.gif
|Seu Nome| Narrando...

Jantei com meus pais, e depois subi pro quarto.. seus cheiro havia ficado na blusa em que eu usava hoje. Não sei porque mais deu uma impressão que ele iria deixar e estava gostando daquilo, mas acho que é coisa da minha cabeça. Fiz os deveres de casa e olhei no meu celular nada de mensagem, nem ligação, será que ele não viu o papel que eu coloquei em sua bolsa? Essa pergunta martelava em minha cabeça, sem parar. Fui pra frente do computador e vi que Sunny me chamava no bate-papo.Conversei com ela e depois sai e comecei a escrever um texto, eu colocaria em sua bolsa amanha na detenção. Apenas pra alerta-lo que não vai ser aquilo que iria me fazer desistir, porque quando quero algo, não desisto tão facil assim.



Justin Narrando....

Quando sai da escola fui direto pra casa, precisava pensar não sei mas de alguma maneira aquela garota tem algo que meche comigo. Não posso estar apaixonado por uma aluna, sei que ela iria me beijar naquele momento, mas não posso ela é apenas minha aluna. Nada mais do que isso.
Tomei um banho morno, coloquei qualquer roupa e desci pra cozinha, preparar algo pra comer, fiz apenas um misto quente e tomei um suco de laranja, e ja fui preparar a aula de amanha, ser professor cansa mas eu amo isso o que eu faço. Peguei minhas coisas ecomecei a preparar a aula, fui pegar o caderno da sala do terceiro ano e vi um papel roxo com detalhes em caveira caindo, olhei e tinha um número de celular, que com certeza, era dela. Nem liguei e deixei o papel onde encontrei, preparei todas as aulas e depois fui andar pelas ruas, estava precisando tomar um ar, esfriar a cabeça, o ano letivo nem começou e ja estou com muitos problemas.

***

Quando voltei pro meu apartamento, ja estava escuro. Fui para o meu quarto e tomei um banho, coloquei uma roupa de dormir, um short apenas e peguei o numero dela, e agora surgi a duvida ligar sim ou não?
Fiquei pensando então resolvi....


CONTINUA.... +5COMENTARIOS???

Sorry, sorry, sorry girls.. sei que mais uma vez não cumpri com o meu compromisso com vocês, mas OK. Então o que acharam desse capitulo? Foi pequeno eu sei, mas foi o que a porcaria da minha imaginação conseguiu imaginar u.u!!
Gente me ajudem a chegar nos vinte seguidores, please?
MELDEUS, eu amei os comentarios, vocês são muito perfeitas, G-ZUIS.
Mas chega de encher o saco de vocês;
Beijoooooooooooooooooos;



XOXO,JÉSSICA.

5 de dez de 2012

Sorry!

http://24.media.tumblr.com/tumblr_mdjn8t9T8T1rl627yo1_500.gif
Oi meninas, tudo bem? Comigo na medida do possivel.. 
Cara to me sentindo tão mal por não postar com frequencia, eu não tenho criatividade e tempo.. sim ja estou de ferias, só que tantas coisas estão acontecendo na minha vida. É como se eu só vivesse pra servi os outros, eu não aguento mais, minha vontade é de gritar com todos, mas não posso.. nao quero descontar a raiva que estou sentindo em pessoas inocentes, me desculpem por essa demora, estou feliz e triste, feliz pelo blog estar crescendo, triste por não ter tempo pra vocês.. Lindas fiquei tão feliz por ter 10 COMENTARIOS na minha postagem, obrigada de coração, eu amo vocês.
Prometo tentar postar amanha, sem falta. 
Beijooooooooooos;


XOXO, JÉSSICA.

4 de dez de 2012

Remember- Capítulo 1


Tumblr_me62u62uwn1r5lnupo1_500_large
Seu Nome Narrando


“Era um lugar escuro,um beco sem saída...Eu havia batido a cabeça...Não me mexia...Apenas observava o que tinha ao meu redor.Sentia dores fortes,mas tudo parecia tão fácil de ser resolvido...Só pude ver uma mulher...Ela me segurava e me ajudava..Então a dor me consumiu.”

-O que aconteceu?-perguntei atordoada com o que havia acontecido-
-(Seu Apelido),se lembra de mim,querida?-a mesma mulher que me ajudou lá havia me perguntado-
-Não...Me desculpe,mas não...
-Eu sou sua mãe...Sei que não se lembra de muitas coisas.
-O que aconteceu comigo?-olhei para o meu corpo machucado-
-Você sofreu um acidente...-segura em minhas mãos- Por isso não se lembra de muitas coisas...
-Eu perdi a memória,não foi?
-Foi sim...-deixa um lágrima- Mas irá voltar,eu te garanto.
-Não fique triste.
-Sabe o meu nome,querida?
-Não...
-Lucy,Lucinda Edwards.E você é minha filha, (Seu Nome) Edwards.
-Ok.Que lugar é esse?
-O hospital.Você vai sair ainda hoje.

Então um homem alto de branco entrou.Devia ser o médico.

-Bom dia (Seu Nome)!
-Olá!
-Eu sou o doutor Drew,Jeremy Drew.O seu médico.
-Eu imagino!-sorri-
-É bom te ver assim.
-Assim como?
-Saudável.Você acabou de sofrer um acidente com um impacto forte,normalmente sua reação a ele seria pior.
-Eu estou me sentindo bem.Só não me lembro de muitas coisas.
-Eu sei,mas a sua memória voltará aos poucos,não se apresse,garanto que tudo ficará bem.
-Obrigada.
-Para te ajudar a sua mãe irá mostrar objetos seus,isso facilita a lembrar das coisas.
-Eu quero voltar a me lembrar,até a agora eu sei que estou em um hospital nada mais que isso.Não sei o que fiz antes.
-Ok,você já poderá se trocar.
-É querida,você irá pra casa!
-Então ta.
-Vou te dar espaço.
-Jeremy!
-O que foi Senhorita Lucy?
-Deixe o sujeito dormindo.
-O sujeito é meu filho.
-Deixe-o dormindo.
-Quem é seu filho?-perguntei curiosa-
-Não é ninguém de importância pra você,querida.
-Ok.
-Aqui está sua roupa,docinho.O banheiro é ali!-aponta e me entrega a roupa-
-Obrigada,Lucy.

Ela me ajudou a levantar e fui até o banheiro.Não queria chama-la de mãe ainda.Nem a conheço direito.Não sei quem ela foi pra mim.Me troquei:
Image0013540782640544vmo56_large
E depois fui voltando para sala,e vi um garoto dormindo...
643989_455996701129714_882158912_n_large
Ele me parecia triste...

Fui voltando para sala e a minha,quero dizer Lucy,sorriu em me ver.
-Está linda querida!Hoje mesmo vamos pra casa.Só irei na recepção assinar alguns papéis.
-Ok,quero conhecer a minha casa!-sorri-

Fomos até a recepção e a minha mãe pediu para eu esperar dentro do carro.
Fiquei lá dentro e liguei o som,fiquei ouvindo algumas músicas,até que ouço Long Live da Taylor Swift,não sei como me lembro dessa música...Algumas memórias foram surgindo...De um garoto...De um beijo...De nós dois...Ele era lindo!
Até que a Lucy entrou sorrindo.
-Então,está pronta?
-Sim.-sorri-

XXX

Já havíamos chegado em casa e a Lucy me apresentou Marry,a minha irmã de 5 anos e Charlie,nossa funcionária.Era uma linda casa.Bem bonita mesmo.Chique que só!
Tumblr_m7oaxvmy2v1r4mmz8o1_500_large
Elas me mostraram meu quarto.Também era muito bonito!

Fig8_large

-Iai o que achou?
-É uma linda casa!Muito arrumada e chique!Não imagino que seria tão bonita!
-Agora você vai poder brincar comigo!-disse Marry segurando a minha mão-
-Claro lindinha!-carreguei ela-

Marry:
Tumblr_mdzst1lfdd1qd67w8o1_500_large
Ela era diferente de mim.Eu era loira e ela morena.
Anyway,era uma linda casa...Resolvi ficar um pouco em meu quarto descansando e pensando na minha nova vida.Então peguei meu notebook,a minha mãe disse que podia usar.Resolvi abrir meu facebook e ver se me lembrava de algo.Tinha algumas fotos com legendas.Abri uma de um garoto com o urso: 
Justin e seu ursão na visita do orfanato! Nós queremos adotar uma criança #sóquenão

Era esse o garoto.Justin eu acho.
Era tão familiar....Mas preciso ir com calma como disse o doutor.
Fiquei perdida com aquela foto,então alguém bateu na porta.

O que estão achando garotas? Desculpem a demora! Eu não tive como entrar no meu pc (os capítulos estão salvos nele)! Espero que estejam gostando :) BJÃO!
+4 Comentários? Lú 

3 de dez de 2012

Nosso selinho?


Oi lindas! Aqui é a Isa, eu fiz um selinho para o nosso blog, para ganhar divulgação e também para eu conhecer vocês :)

Christmas Love - Part 2

"Há algo acontecendo, posso ver nos seus olhos"
(Demi Lovato - Give Your Heart A Break)


(Seu nome) Narrando ...

Quando eu e Chris chegamos em casa, eu fui tomar banho para tirar o cansaço e o Cris foi jogar basquete com o Ryan. Coloquei uma roupa quente, pois é inverno aqui no Canadá, sai e fui em direção a quadra de basquete. Estava a fim de passear por Toronto, sua paisagem gelada, sua população simpática, esse conforto que eu sinto cada vez que venho aqui. Cheguei e todos os meninos estavam lá, fui cumprimentá-los e eles ficaram felizes de eu ter voltado,ah eu também estou feliz por isso.
- Oi meninos! - Falei sorrindo.
- Oi |Seu nome|, não quer jogar com a gente? - Chaz falou.
Eu simplesmente arranquei a bola das mãos do Ryan e a piquei no chão, fiz isso 3 vezes e, como eu sou foda, fiz uma cesta na hora (ui)! Todos me olharam surpresos, principalmente Ryan que parecia uma mosca morta.
- Ai ai Ryan, não adianta me olhar assim.Você nunca vai ser melhor que eu. - Dei um beijo no ar e sai de lá. Estava indo em direção a casa da minha melhor amiga lá,a Caitlin. Nossa como nós fazíamos bagunça -ri-, andei, andei e quando cheguei eu vi a mesma casa de sempre, linda e simples. Bati na porta e a mãe dela atendeu, dei um beijo e ela disse que a Cait estava no seu quarto. Subi as escadas e entrei,ela estava na frente do computador e de costas pra mim. Resolvi assustá-la.
- Caitlin Victoria Beadles! Por que você não ligou para a sua amiga? -Falei gritando.
- |Seu nome|? OMG sua louca,como veio parar aqui?
- A pé né retardada.Agora vamos, me conta as novidades.
- Ta, assim... teve uma menina que se mudou pra cá e nós viramos amigas. Eu vou te apresentar ela. E também reformaram o Avon.
- O que? Reformaram? Vamos lá agora!
- Ta, só deixa eu pegar minha bolsa. -Ela falou isso e eu sai pegando o violão. Eu fui praticamente saí correndo até lá, quando cheguei vi que o Avon estava lindo! Tirei o violão da caixa, comecei a tocar uma música, que conhecia e sempre escutava. A Cait me olhou e sorriu, sentei e comecei a tocar. Terminei de cantar, eu olhei para a caixa do violão e tinha alguns dólares. Fomos recolher e quando terminamos, uma pessoa jogou uma rosa vermelha. Eu olhei para cima e era Justin.
- Justin! O que faz aqui? - Falei sorrindo.
- Eu estava caminhando e vi uma rodinha de pessoas, então resolvi ver o que era e, inclusive, você canta muito bem.
- Obrigada. - Falei corando totalmente. - Ahn, já conhece a Caitlin? -Eu perguntei.
- Já conheço sim! - Falou dando oi para ela.
- Que legal, só eu não te conhecia mesmo. - Falei levantando e guardando o violão.
- Não querem ir na minha casa? Meus pais vão sair hoje a noite.
- Ok, mas vamos fazer o que quando chegar lá? -Eu falei curiosa.
- Conversar, ver filmes, sei lá. - Falou andando junto comigo.
- Ok, vamos logo, porque todas essas pessoas me olhando não é legal. - Nós andamos bastante pela cidade, fomos á uma lanchonete e comemos um hambúrguer delicioso. Finalmente chegamos em casa, sentamos em quanto a Cait fazia a pipoca. Isso quer dizer que era só eu e Justin.
- Porque você não liga para os meninos virem aqui?
- Tudo bem.
- Legal -Ficou aquele silêncio mortal depois que ele ligou. Os meninos chegaram e a Cait veio com dois baldes de pipoca e senta.
- Que filme vamos assistir?
- Amizade colorida!  Disse Ryan já com o DVD na mão.
- Tava doida pra ver esse filme - Falei e Justin colocou o filme para rodar.
Bom, o filme era muito engraçado! Tinha cenas de sexo, então eu fiquei super sem graça ao lado do Justin, muito mesmo. Nós rimos muito com aquilo, era muito bom ter amigos assim,loucos iguais a mim. Ficamos rindo da cara da Cait nas cenas ''obscenas'', era meio que de nojo. Depois Justin foi embora e no ficamos no tédio. Quando eram 19:30 eu fui para casa, afinal eu precisava ver os meus pais que chegavam do trabalho ás oito. Subi para o meu quarto e fiquei um pouco na internet, também coloquei uma roupa mais confortável, já que iria ficar em casa. Quando desci, encontrei meus pais na sala conversando.
- Que saudade de vocês! Falei abraçando os dois.
- Filha ,como você está? A sua viagem foi boa? Se machucou? - Minha mãe falou em um tom desesperado.
- Mãe! Calma, eu to ótima. Saudável como um cavalo.
- Mais é claro, você dá patada e ainda acha que é humana. -Tinha que ser o Cris.
- Cris...vai cagar. Eu estou muito feliz!
- Então querida,como foi a viagem? - Meu pai falou sentando novamente
- Muito boa mãe, eu realmente me diverti!
Ficamos conversando um monte,a nossa nova empregada (eu) fez o jantar e depois todos foram dormir.

CONTINUA...

Eaê lindas e maravilhosas!!!Como estão?Eu estou ótima!Adorei os comentários de vocês *-*
Jessie totosa:  Obrigada ;)
Evellin: Que bom que você gostou, espero que continue amando kk
Babi: Continuei, pois é, já que não dá pra ser namorada né ...
Jbolachabieber: Obrigada linda

2 de dez de 2012

Christmas Love - Prólogo e Part 1


O amor é sempre paciente e generoso. Nunca é invejoso. O amor nunca é prepotente nem orgulhoso. Não é rude nem egoísta. Não se ofende nem se recente do mal. Não se alegra do pecado alheio.  E tudo perdoa, tudo crê  tudo espera e tudo tolera. Assim, como o Natal. Uma história de amor, que aconteceu graças a bondade do dia de nascimento de Jesus, graças a ajuda das estrelas, graças ao destino. Um amor de natal.                                                                                                   "Fique comigo, por favor! Você é meu desejo de natal" "Esse foi o melhor dia da minha vida"

PART 1 
"Algo como um mistério. E cada passo que damos nós crescemos"
(Charice - Pyramid)

3122031293_1_5_lbdaaxzd_large

 Justin Narrando ...

Eu estou agora vendo TV, sem nada pra fazer e nem prestando atenção. Eu comecei a sentir um cheiro delicioso vindo da cozinha, ah cookies! Corri até lá e vi mamãe tirando uma fornada para a igreja e outra para nós.
- Dá um aê,to com fome. -Eu disse já pegando um.
- Calma querido, tá quente! E não coma tudo, ainda tem que sobrar para os seus irmãos.
- Ok, mãe. Nós vamos a igreja hoje?
- Sim Justin, nós precisamos de doações esqueceu? E esse cookies são paras as crianças da escolinha! Vamos, me ajude a guardar em um pote.
Começamos a guardar em grandes potes, depois que terminamos fomos colocar nossos casacos de neve e saímos com as sacolas cheias. Chegando lá eu fui direto dar um oi para o Christian,ele era novo lá e nós já somos irmãos.Falando nisso,ele disse que tem uma irmã e que ela virá na próxima semana. Está chegando o Natal e as doações são necessárias, muitas crianças estão abrigadas no galpão da igreja. Eu e o Chris começamos a fazer enfeites de natal para enfeitar a escolinha, fizemos meias, desenhos, viscos e montamos uma árvore de natal para elas, a mamãe nos ajudou a costurar e bordar as meias com os nomes de cada um. Depois de enfeitar todas as salas nós fomos tomar o café com cookies que a minha mãe fez.
- Nossa Srtª. Mallette,esses cookies estão deliciosos! -Disse o Chris tentando ser respeitoso.
- Já disse pra me chamar só de Pattie e obrigada. Se você quiser pode ir lá em casa amanhã.
- Não, obrigada. Eu tenho que ajudar minha mãe a arrumar o quarto da minha irmã. Deixa pra próxima.
- Chris, que dia sua irmã chega mesmo?
- Semana que vem, por que?
- Nada não.
Tomamos café e depois fomos para casa pois já eram 19:52. Quando chegamos, logo jantei e dormi em seguida.


1 Semana Depois...

Eu confesso, estou ansioso para conhecer a irmã do Chris e o mais engraçado é que eu nem sei o nome dela. Ele só me falou que é diferente e que tem origem brasileira. Agora estamos no carro do pai do Chris indo em direção ao aeroporto. Em poucos minutos nós estávamos lá e já entramos no aeroporto, o voo dela chegava ás 15:30 e já são 15:25. Minha fez um cartaz bem bonito com o nome dela escrito em roxo e prata. Eu não consegui ler o que estava escrito, o Chris disse que estava em português. Ela levantou o cartaz para cima mandando nós segurarmos juntos, vi uma garota muito linda vindo em nossa direção sorrindo e carregando 2 malas. Ela chegou perto, largou as malas no chão e abraçou o Chris.
- Chris! Que saudade!
- Ai (Seu nome) não exagera. Só faz 5 anos! - Não aguentei e comecei a rir.
- Bom, você não vai me apresentar a moça e seu amigo?
- Eu faço isso por ele. Prazer, eu sou Justin.
- O prazer é meu Justin.
- E eu sou Pattie, seja bem vinda!
- Obrigada! E então, vamos? Eu odeio ficar em aeroportos.
- Eu nunca havia vindo aqui sabia? - Eu disse maravilhado com seu sorriso. Fomos andando até a saída.
- Sério? Ah eu tinha vindo pra cá quando mais nova. Mas então eu decidi ver a minha avó no Brasil.
- Você veio do Brasil?
- Sim, nasci lá inclusive. -Descobri o por que dela ser tão linda e ... gostosa.
- Uau,eu não esperava por isso. - Tentei não parecer ... tarado, digamos assim.
- Você é bem legal. O chato do Chris nunca falou de você! - Ela falou dando um tapa na cabeça dele.
- ÔÔÔU isso doeu. - Chris gritou fazendo uma careta.
- E daí?
- Vocês são malucos. - Falei rindo da cara do Cris.
- Eu sei! - Ela falou rindo junto.
Ficamos conversando o caminho inteiro pra casa, quando chegamos nos despedimos e o Chris foi para a casa dele que é a um quarteirão da minha. Eu entrei e sentei no sofá para assistir TV.


CONTINUA...

E aê mesninas?O que acharam do 1º capítulo? Sou a nova "postadora temporária", porque acho que só vou postar Christmas Love aqui mesmo, é uma fic de Natal! Espero que gostem. Isa

Primeiro Selinho *-*!

http://2.bp.blogspot.com/-p_twKy_sPPQ/ULpUADmTh2I/AAAAAAAACBY/Zpeuo9iQ3bM/s1600/selinho+(2).jpg

Quem nos deu o primeiro selinho foi a linda imagine belieber

·   Envie o selo para 6 blogs.
·  Avise o dono do selo ganho.

·   Poste o selo em seu blog.

·  Responda no seu blog as perguntas feitas por quem te deu o selo.

· Faça cinco perguntas sobre o Justin para os blogs que você presenteou.


 Perguntas feitas para mim!

       1-Que tipo de sonho vc ja teve com o justin?
R: Não me lembro :s..
       2-Se vc visse o justin o que pediria a ele?
R:Um abraço bem apertado.
       3-Se vc tivesse um filho com o justin que nome daria a ele?
R:Drew.
       4-Se vc visse a pattie o que perguntaria a ela?
R:Se o Justin esta bem.
       5-O que pediria ao alfredo se visse ele?
R: Me levasse até o Justin.
 
 
 
Minhas perguntas: 
 
1- Sua maior loucura pra ir ao show do Bieber?
2- Seu maior sonho com o Bieber?
3- Voc~e é muito criticada por ser Belieber?
4- Alem de Belieber é fãn de mais alguem?
5- Ja brigou com alguem por causa do Juss?

Blog's indicados..
 
 
 
 É isso lindas, mais tarde tento postar "Desejos Secretos"

XOXO, JÉSSICA.

1 de dez de 2012

Remember- Fanfic

Oi beliebers, como vocês estão? Meu nome é Luiza e eu sou a nova postadora desse Blog! Já postei em vários Blogs com a Je como o Forever Meliebers e o Safe Girls! Tenho também meu próprio Blog Always Beliebers/Believe !Então aqui eu farei uma fanfic chamada "Remember"! Então vamos lá!
Kaut-kas-no-maniim-46_large
Sinopse:
Eu nunca me imaginei perdendo a memória.Nunca me imaginei viver sem Justin.Mas agora que isso aconteceu, era preciso lembrar de tudo para estar com ele de novo.
“Era um lugar escuro,um beco sem saída...Eu havia batido a cabeça...Não me mexia...Apenas observava o que tinha ao meu redor.Sentia dores fortes,mas tudo parecia tão fácil de ser resolvido...Só pude ver uma mulher...Ela me segurava e me ajudava..Então a dor me consumiu.”
 "Fomos chegando perto um do outro,sentia sua respiração,meu coração batia forte e acho que o dele também.Acariciei seus cabelos castanhos e macios.Então nossos lábios se selaram.Dando origem a um longo e delicioso beijo.”
“Nós nos beijávamos demais...Estava muito gostoso...Ele passava a mão pelas minhas costas nuas e eu acariciava seus cabelos macios...Tudo não passava de amor...Mas acabou ficando mais quente,eu olhei pro chão e meu sutiã estava jogado lá.Ele olhava para mim e depois descia o rosto em meus seios.Era uma sensação inexplicável...Eu não queria sair dali nunca...”
"(SEU NOME) CUIDADO!"
Depois daquilo, minha vida virou de cabeça para baixo, ainda mais quando eu descobri que ele estava com outra.

Personagens:
(Seu Nome) Edwards
Justin Bieber
Megan Nicole
Chaz Somers
Ryan Butler
Caitlin Beadles
Christian Beadles

Iai o que acharam? Espero que tenham gostado! 2 comentários e eu posto o primeiro capítulo!Beijos,Luiza

30 de nov de 2012

Meninas!

http://24.media.tumblr.com/tumblr_me5xqekNbE1rngn6ao1_500.gif
Passei rapidinho pra avisar que só irei postar dias de terça, quinta, e sabado.. Talvez domingo! 
Esse é meu horario que eu posso mecher no not aqui, sorry.

XOXO,JÉSSICA!